APRESENTAÇÃO DO CURSO - SAÚDE INDÍGENA

 

Curso:

Especialização em Saúde Indígena

Coordenador:

Douglas Rodrigues

E-mail:

douglas.rodrigues@unifesp.br


Apresentação do Curso

A proposta de compreender e intervir nos problemas de saúde que afetam as comunidades indígenas pressupõe o diálogo continuo com diferentes culturas, visando entender a visão de mundo, sistemas de cura e concepções do processo saúde doença. A saúde indígena é uma área em expansão no campo do ensino e pesquisa da saúde coletiva e está expressa enquanto uma política afirmativa que contempla as especificidades étnicas e culturais dos indígenas. Veio integrar-se ao Sistema Único de Saúde em 1999, por meio da organização dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Lei 9836/99). Nesse contexto, o preparo dos profissionais pode ser considerado estratégico para a viabilidade do subsistema indígena (SASISUS) que compõe o Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente não existe nenhum preparo específico direcionado para esse tipo de trabalho nos currículos universitários, e os treinamentos oferecidos em serviço não conseguem abarcar uma demanda tão complexa e diversa. Este curso de especialização é oferecido desde 2007 e está em sua quarta oferta, tendo formado 350 especialistas em saúde indígena até o presente momento. Trata-se de uma pós-graduação lato sensu desenvolvida na modalidade de ensino a distância o que facilita o acesso dos profissionais de saúde que trabalham em todo o território nacional, muitas vezes em locais isolados.

Público-alvo

Profissionais universitários que trabalham ou pretendem trabalhar direta ou indiretamente com atenção à saúde dos povos indígenas no Brasil.

Objetivo Geral do Curso

Formar profissionais especialistas em saúde indígena com competências antropológicas, políticas, clínicas, epidemiológicas e de saúde pública.

Carga horária do curso

440 horas.

Duração do curso

15 meses.

Horário das aulas

EAD – Flexibilidade de Horário de acordo com a disponibilidade do participante. As atividades são mediadas por tutores com apoio docente.

Informações Gerais

A presente oferta (2015-2016) é voltada apenas para participantes do Programa Mais Médicos para o Brasil e gestores federais da saúde indígena.

Parcerias

Universidade Aberta do Brasil - CAPES e Universidade Aberta do SUS - UNA-SUS


O curso tem 440 horas é desenvolvido na modalidade de ensino a distância. Está dividido em sete disciplinas:

  • Adaptação ao ambiente virtual de aprendizagem - 40 h
  • Política e organização dos serviços de saúde indígena no Brasil - 48 h
  • Antropologia e Saúde - 68 h
  • Vigilância em Saúde Indígena - a Epidemiologia aplicada aos serviços de saúde indígena 48 h
  • Intervenções Clínicas na Atenção Primária em Saúde Indígena -  120 h
  • Processos Educativos em Saúde Indígena - 48 h
  • Orientação para o trabalho de conclusão de curso - 68 h

 


Dada a abrangência nacional, o curso está organizado em polos ou classes regionais, estando previstos 2 a 3 encontros presenciais nestas regiões, em caráter obrigatório, para aula inaugural e apresentação de trabalhos finais (monografias de conclusão).
Orientação sobre os recursos disponíveis no ambiente virtual de aprendizagem (AVA). Experimentação de duas ferramentas: Fórum de Discussão, Chat e construção do Perfil do participante. Início do Projeto de Intervenção (PI).


 

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse